Elekô, curta-metragem desenvolvido durante o 72h RIO Festival de Filmes 2015.

Um fio de poesia vermelha conduzindo a experiência audiovisual de fazer‐se e afirmar‐se na loucura das condições de ser negra. Olhando a história a partir do porto, reconhecer e afirmar as potencias e a beleza. Parir do próprio sofrimento um horizonte de liberdade, apoio e colaboração. Encontrar na presença de outras mulheres a força do feminino e o sagrado sentido de ser, até poder celebrar a vida, em fêmea comunhão e sociedade.

Prêmios:

1° MELHOR FILME  do 72horas RIO Festival de Filmes
MELHOR FICÇÃO do 72horas RIO Festival de Filmes
MELHOR SOUND DESIGN do 72horas RIO Festival de Filmes
MENÇÃO HONROSA do 72horas RIO Festival de Filmes

Exibições:

VIVAS - Mulheres de Pedra - Pedra de Guaratiba
Cine Deglutição - I Fórum Social da UFSB Itabuna /BA 
Caldo de Cultura (CCPP) - Praça da Harmonia - Gamboa/RJ
Cine IFHEP - Campo Grande/RJ
Cine Mujeres Latinas - Magdalenas/Uruguay
Cine Mujeres Latina - Lima/Peru
Cine Acadêmico - Grupo de Estudos Diáspora Africana UFF / Santo Antônio de Pádua
Cine Mujeres - Cidade do México / México
Cine Lumiar - Lumiar/RJ
Cineclube Mate com Angu - Duque de Caxias/RJ
Festival Visões Periféricas 2015 - Rio de Janeiro/RJ
Festival de Cinema [DES] Gramado - Caxi

share